Publicidade

Casa Verde

A Casa Verde está localizada na Zona Norte de São Paulo e possui uma rica história que remonta aos primórdios da cidade de São Paulo SP. A região é muito bem servida, por exemplo, por bares e restaurantes de qualidade, em grande parte concentrados na Avenida Engenheiro Caetano Alvarez. Também nas proximidades fica o Anhembi Parque, que abriga as principais feiras comerciais do país e também recebe ótimos shows musicais. A Avenida Braz Leme tem uma ciclovia charmosa no meio. A Ciclovia de Lazer da Zona Norte foi ampliada para se conectar a ela aos domingos, integrando ainda mais seus moradores e ampliando suas opções de lazer. Aqui no Guia X Net você irá encontrar tudo que precisa no bairro da Casa Verde separado por categorias tais como: empresas, comércios, serviços, negócios, informações úteis e muito mais.

Fundação e colonização da Casa Verde

O bairro da Casa Verde tem suas origens no século XVIII, quando a região era coberta por vastas áreas verdes e fazendas. Uma das propriedades mais antigas da área pertencia à família Eufrazio da Rocha, que deu nome ao bairro. A casa da fazenda, conhecida como “Casa Verde”, deu origem ao nome do bairro.

Em meados do século XIX, o sítio às margens do rio Tietê chamava-se Casa Verde, e o nome passou para o bairro ali criado. O local era propriedade de José Arouche de Toledo Rendon, que cuidava de suas sete irmãs solteiras que moravam numa casa de janelas verdes na esquina da Rua do Rosário com o Beco do Colégio. Elas eram conhecidas como as meninas da Casa Verde. A família passava os finais de semana na fazenda e acabou adotando o apelido para a propriedade.

A História do bairro da Casa Verde

O distrito da Casa Verde tem suas origens no século XVIII, quando a região era coberta por vastas áreas verdes e fazendas. Uma das propriedades mais antigas da área pertencia à família Eufrazio da Rocha, que deu nome ao bairro. A casa da fazenda, conhecida como “Casa Verde”, deu origem ao nome do bairro.

Em meados do século XIX, o sítio às margens do rio Tietê chamava-se Casa Verde, e o nome passou para o bairro ali criado. O local era propriedade de José Arouche de Toledo Rendon, que cuidava de suas sete irmãs solteiras que moravam numa casa de janelas verdes na esquina da Rua do Rosário com o Beco do Colégio. Elas eram conhecidas como as meninas da Casa Verde. A família passava os finais de semana na fazenda e acabou adotando o apelido para a propriedade.

Nos primeiros anos da cidade de São Paulo existia uma fazenda, posteriormente dividida em chácaras e chácaras, pertencente ao lendário Amador Bueno e sua esposa Dona Bernarda Luís Camacho. As terras ricas abrigavam grandes campos de trigo nos anos 1600 e, em outras épocas, adquiriram enormes plantações de chá e café e, eventualmente, fizeram João Maxwell Rudge plantar vinhedos.

A Partir de 1857

Com o tempo, grande parte dessas terras permaneceu com os Rendões, até que em 1857 Francisco Antônio Baruel (pai do famoso farmacêutico) comprou a área. Foi então adquirido pelo Tenente Coronel Fidelis Nepomuceno Prates. A empresa recebeu o terreno como pagamento de dívidas e eventualmente o terreno foi vendido a João Maxwell Rudge em 1882. Alguns anos depois, em 1897, seus herdeiros decidiram lotear as terras da Casa Verde e criar ali um bairro chamado Vila Tietê.

Resgatamos a informação que os nomes das sete meninas eram Caetana, Joaquina, Gertrudes, Pulquéria, Ana Teresa, Maria Rosa e Reuduzinda. Surpreendentemente, todas permaneceram solteiras. Quando as velhas ainda eram chamadas de meninas da Casa Verde, o irmão das sete meninas, José Arouche de Toledo Rendon, foi uma das principais figuras do início do Império.

Rei Amador Bueno

O velho sítio da Casa Verde, que já fora propriedade do aclamado “rei” Amador Bueno (em 1641 pelos espanhóis residentes em São Paulo) e que posteriormente passa ser propriedade do militar José Arouche de Toledo Rendon, descendente de Amador Bueno. Foi nessa época pelo que consta em documentos do arquivo histórico do município que a região acaba por ser conhecida popularmente como “sítio das moças da casa verde” e sítio da casa verde. Em 1842 João Maxwell Rudge torna-se proprietário da área da margem direita do Tietê; seus herdeiros em 1913 lotearam a área onde pretendiam criar o bairro como “Vila Tietê”.

As moças da Casa Verde

O empreendimento é bem-sucedido. O nome, no entanto, não resiste a força popular das histórias do sítio das moças da Casa Verde. O desenvolvimento é lento só acelerado no ritmo que os benefícios chegam no bairro (a construção da ponte de madeira, chegada do bonde, a luz elétrica, a construção da igreja, o distrito de paz…). O bairro cresce, a cidade cresce. Hoje, uma megalópole. No ano de 1927 foi criada a Paróquia de São João Evangelista da Casa Verde.

Em 1937 chega a luz elétrica do bairro. A ponte de madeira é substituída pela atual de concreto em 1954.Localização do bairro da Casa Verde em São Paulo SP

Crescimento urbano da Casa Verde

 A área começou a se urbanizar no final do século XIX, com o crescimento da cidade de São Paulo. Muitos imigrantes europeus, principalmente italianos, se estabeleceram na região e contribuíram para o desenvolvimento econômico da área, incluindo a produção de vinho, uma atividade significativa na época.

Por causa do Aeroporto Campo de Marte, até os anos 1980 eram poucos os prédios existentes no bairro. Após uma revisão do comando da Aeronáutica, houve uma liberação de uma parte da faixa proibida e a Casa Verde começou a se verticalizar.

Expansão e Infraestrutura da Casa Verde

Nas primeiras décadas do século XX, a Casa Verde continuou a crescer e se desenvolver como parte do processo de expansão da cidade de São Paulo. A chegada de novas linhas de trem e bondes tornou a área mais acessível e atraiu ainda mais pessoas para a região.

Urbanização e Comércio na Casa Verde

A Casa Verde se tornou um bairro residencial cada vez mais urbanizado e comercialmente ativo ao longo do século XX. O comércio prosperou na região, com diversas lojas, restaurantes e serviços para atender à comunidade local.

Características atuais do bairro da Casa Verde

Hoje, a Casa Verde é um bairro vibrante da zona norte de São Paulo, com uma mistura de residências, comércio e indústrias. O bairro mantém parte de sua herança histórica, com algumas edificações antigas e ruas arborizadas, ao mesmo tempo em que se adapta às demandas modernas de uma grande cidade.

Diversidade e Comunidade na Casa Verde

Atualmente, o bairro é conhecido por sua diversidade étnica e cultural, abrigando residentes de diferentes origens e tradições.

A Casa Verde conta com uma boa infraestrutura de transportes, possuindo amplas avenidas, das quais se destacam a Avenida Engenheiro Caetano Álvares e a Avenida Braz Leme com um grande número de residências, escolas públicas e particulares e variados serviços.

Crescimento Urbano da Casa Verde

 A área começou a se urbanizar no final do século XIX, com o crescimento da cidade de São Paulo. Muitos imigrantes europeus, principalmente italianos, se estabeleceram na região e contribuíram para o desenvolvimento econômico da área, incluindo a produção de vinho, uma atividade significativa na época.

Conheça os principais distritos do bairro da Casa Verde

Casa Verde Alta, Casa Verde Baixa, Casa Verde Media, Imirim, Jardim das Laranjeiras, Jardim Ibéria, Jardim São Bento, Jardim São Miguel, Parque Leo, Parque Peruche, Parque Souza Aranha, Vila Bandeirantes, Vila Baruel, Vila Bianca, Vila Célia, Vila Ester, Vila Gouveia, Vila Minosi, Vila Rossin, Vila Vanda.

A Casa Verde conta com uma boa infraestrutura de transportes, possuindo amplas avenidas, das quais se destacam a Avenida Engenheiro Caetano Álvares e a Avenida Braz Leme com um grande número de residências, escolas públicas e particulares e variados serviços.

 Aproveite e comece agora a fazer suas pesquisas e aproveitar as informações, promoções e ofertas no bairro da Casa Verde.

Acesse agora as Principais Categorias para Pesquisa na Casa Verde

Atendimento 24 Horas

Informações Úteis

A

B

C

D

E

F

G

H

I

J

K

L

M

N

O

P

Q

R

S

T

U

V

W

X

Y

Z

Publique seu anúncio e comece a divulgar hoje mesmo!

Mais de 90% dos consumidores recorrem a diretórios de informação comercial em buscadores para encontrar uma empresa, comércio, serviço ou negócio local.

Publicidade

Navegue e Pesquise em outras Cidades, Bairros e Regiões

São Paulo


Zona Norte:
 

 

Zona Sul:

  • ZS 1: Campo Belo, Capela do Socorro, Capelinha, Chácara Santo Antônio,  Cupecê, Cursino, Guarapiranga, Ipiranga, Jabaquara, Jardim Botânico, Jardim Marajoara, Jardim Prudência, Moema, Sacomã,  Saúde,  Vila das Belezas, Vila Mariana.
  • ZS 2: Campo Limpo, Capão Redondo, Cidade Ademar, Cidade Dutra, Grajaú, Jardim Ângela,  Jardim São Luís,  Marsilac, Parelheiros, Pedreira, Santo Amaro, Socorro, Vila Andrade.

Zona Leste:

  • ZL 1: Água Rasa, Aricanduva, Artur Alvim, Belém, Cangaíba, Carrão,  Mooca, Penha, Ponte Rasa, São Lucas, Sapopemba, Tatuapé, Vila Formosa, Vila Matilde, Vila Prudente.
  • ZL 2: Cidade Líder, Cidade Tiradentes, Ermelino Matarazzo, Guaianases, Iguatemi, Itaim Paulista, Itaquera, Jardim Helena, José Bonifácio, Lajeado, Parque do Carmo, São Mateus, São Miguel Paulista, São Rafael, Vila Curuçá, Vila Jacuí.

Zona Oeste:

Centro SP:

Litoral de São Paulo:
  • LSP: Bertioga, Caraguatatuba, Cubatão, Guarujá, Ilha Bela, Ilha Comprida, Itanhaém, Peruíbe, Praia Grande, Santos, São Vicente, São Sebastião, Ubatuba.
Grande São Paulo:
  • GSP: Arujá, Barueri, Birigui, Biritiba Mirim, Caieiras, Cajamar, Carapicuíba, Cotia, Diadema, Embu das Artes, Embu-Guaçu, Ferraz de Vasconcelos, Francisco Morato, Franco da Rocha, Guararema, Guarulhos, Itaquaquecetuba, Itapecerica da Serra, Itapevi, Jandira, Juquitiba, Mairiporã, Mauá, Mogi das Cruzes, Osasco, Poá, Pirapora do Bom Jesus, Ribeirão Pires, Salesópolis, Santa Izabel, Santana de Parnaíba, Santo André, São Bernardo, São Caetano, São Lourenço da Serra, Suzano, Taboão da Serra, Várzea Grande Paulista.
Interior de São Paulo:
  • ISP: Americana, Araçatuba, Araraquara, Araras, Assis, Atibaia, Barretos, Bauru, Botucatu, Bragança Paulista, Campinas, Catanduva, Franca, Guaratinguetá, Hortolândia, Indaiatuba, Itatiba, Itu, Jacareí, Limeira, Marília, Ourinhos, Paulínia, Piracicaba, Presidente Prudente, Jaú, Jundiaí, Pindamonhangaba, Ribeirão Peto, Rio Claro, Salto, São Carlos, São José do Rio Preto, São José dos Campos, Sertãozinho, Sorocaba, Sumaré, Tatuí, Taubaté, Valinhos

 

Ação de cópia não permitida. Todos os direitos reservados.